A nossa comunhão com o Espírito.

Exercícios, Grupo de Estudo Luz Divina, Textos

 

 

…Todos precisam trocar energia, no seu momento, onde quer que esteja, fazer o seu recolhimento e se conectar com a tua alma para que ela te coloque em comunhão com teu espírito.

E que essa união se multiplique em benefícios, em bênçãos, em possibilidades, oportunidades, força, fé, coragem.

Parece que está separado mas não está.

Mas na tua cabeça precisa ordenar para que ela busque uma parte sua, que não é física, mas é pura energia para somar, para trazer aquilo que às vezes você pode pensar que não vai dá, não vai conseguir, que não vai mudar; que demora, né filha?

<<Ah! Por que demora? Por que não acontece?>>

Porque você só está pedindo com uma parte. Com essa parte que todo mundo, de uma forma ou de outra, quer buscar resposta, entendimento… para ampliar essa parte que está aqui dentro, que é a tua alma.

A tua alma não é pequena, a tua alma é grande, majestosa mas em comunhão com a tua essência e com o teu espírito.

E aqui, nós juntos somos fortes porque nós, juntos, somos um pouquinho da tua alma, um pouquinho da tua, um pouquinho da tua… (apontando para as pessoas presentes) mais nós, do lado de cá, emanando as nossas vontades de que vocês tenham progresso. Porque mesmo que eu não tive na experiência que eu tive aqui, como vocês, é como se eu tivesse orando pedindo para vocês as bênçãos que vocês merecem, as oportunidades que vocês merecem, a felicidade que tá aí e tem que brotar.

A minha participação é essa. A minha emanação do lado de cá, fora do corpo físico, é aquilo que você também quer pedir.

A gente conhece um pouquinho de cada um de vocês. Então, nessa comunhão que nós estamos aqui hoje faz com que a gente possa se fortalecer um pouco mais.

Até que vocês entendam que a tua fé é pouca sem o vosso espírito, mas ela é muito quando está no espírito e você comunga dela.

Eu não quero me prolongar mas é muito importante fazer com que vocês lembrem que já têm uma alma, já tem uma presença, pequena, que precisa – mesmo pequena – ter dado muita importância.

Você dá muita importância para o que você pensa, para o que ver, para o que escuta – do lado de fora. E do lado de dentro tem essa presença pequenininha mas ela é a pequena parte de uma imensidão que é o vosso espírito do Criador, que está esperando essa junção, essa união. Assim como o Mestre falou: “Eu o Pai somos Um.” A vossa alma e o vosso espírito é um só.

Você dá o nome que você quiser: de Pai, de Deus, de Criador.

A Luz ou Espírito precisa ser comungada com a tua presença, com a tua alma, com o teu coração quando pulsa além do físico.

Por isso que eu sempre lembro e digo que você não tem sofrimento, você tem desafios. E a comunhão quando você se conecta sabendo que você tem uma presença em você que no seu silêncio, você está em contato com ela.

Não tem uma oração certa para ativá-la, para conversar com ela, basta você saber que ela existe, que ela pulsa aí dentro e que se você parar e levar a sua atenção para ela no centro do seu coração e chamar pela Presença Maior, que é o vosso espírito, para cuidar dela e de você também, e permanecer, e permitir que essa junção possa trazer todo merecimento, todas as realizações, todas as possibilidades que você precisa e a fé, que jamais falha, que jamais abandona o filho que acredita na luz e no divino que é.

É muito importante no dia de hoje nesse momento, nessa oportunidade que temos de estarmos juntos, de fazer o melhor possível.”

Pai João – guardião espiritual

Canalizado por Jeferson Roz em 29/06/17.

Pai João ensina também como energizar a água para curar. A reunião completa pode ser ouvida no nosso canal do Youtube.
Youtube / Filhos da Luz Divina / Reunião 29/06/17.

Faz parte também desta reunião o post: “A força latente que existe em cada um.”

O texto de transcrição foi levemente alterado para melhor compreensão.

Transcrição Nilma Braga.

 

 

Pai João - A energia é rápida.
Boiadeiro Jonas - Exercício: movimentando energia.
O. M. Aivanhov - Esqueçam os erros do passado.
Exercício de sustentação vibracional energética.
A carência afetiva.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *