O. M. Aivanhov – Comentários sobre os mortos.

Grande Fraternidade Branca, Textos

Aivanhov - mensagem 11-05-16 gânduri

 

 

“Todas as criaturas que deixam a Terra desejam que se lembrem delas, mas, evidentemente, que se lembrem sobretudo das suas qualidades.

Não há pior sofrimento para um morto do que ouvir alguém mencionar os seus defeitos e as suas más ações. É um suplício para essa pessoa, exatamente como se lhe batessem, pois, no mundo astral, os seres não têm o escudo protetor que o corpo físico é, e os pensamentos, os sentimentos e as palavras dos vivos chegam-lhes amplificados.

As boas palavras também são amplificadas e alegram muito as pessoas que partiram para o outro lado, são como uma chuva de bênçãos.

Em todas as civilizações, existe o costume de fazer o elogio dos mortos: procura-se deixar de lado os seus defeitos e os erros que cometeram, para falar só das suas qualidades, das suas boas ações, e até exagerando-as.

São vestígios de uma tradição baseada nos conhecimentos iniciáticos. E vocês, quando também tiverem de falar de pessoas que deixaram a Terra, mencionem só as suas qualidades; todo o resto, deixem-no de lado.”

Omraam Mikhaël Aïvanhov

Pensamento 11/05/16
Edições Prosveta

 

 

 

Pena Branca - Ensinamentos
Joana de Ângelis - Cuidem dos seus sentimentos e emoções.
Dr. Hugo - O desalinhamento com a Fonte Divina.
Pai Joaquim - O sofrimento não é para sempre.
Exercício para ativar o prana e fluir as energias.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *