O. M. Aïvanhov – Sensibilidade e Suscetibilidade.

Grande Fraternidade Branca, Textos

Aivanhov - mensagem 13-06-16 gânduri
“Sobre alguém que facilmente fica magoado, ofendido, diz-se que é uma pessoa sensível. Não, a verdadeira sensibilidade é uma abertura total à beleza e à luz do mundo divino e um fecho a todas as coisas feias e absurdas do mundo humano.

Portanto, aquilo a que, geralmente, se chama sensibilidade, ou seja, a capacidade de sentir dolorosamente a indiferença, o desprezo, as críticas, as ofensas, na realidade não passa de suscetibilidade, sensibilidade excessiva.

Então, coitados daqueles para quem nem o Céu, nem os anjos, nem os amigos, nem a beleza existem, e só existem pessoas injustas, más e mal-intencionadas!

Não se deve confundir sensibilidade e suscetibilidade. A suscetibilidade é a manifestação doentia de um “eu” pobre, mesquinho, de vistas curtas, neurótico. A sensibilidade, pelo contrário, é um grau superior de evolução, que põe um ser em relação com as regiões celestes e lhe permite vibrar em uníssono com toda a beleza do universo.”

Omraam Mikhaël Aïvanhov

Pensamento 13/06/16
Edições Prosveta

 

 

 

Cartola
D. Rosa - A Espiritualidade é muito simples.
Pai João - Você não é só um corpo.
Evangelho de Maitreya.
O. M. Aïvanhov - Um país maravilhoso.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *