Omraam Mikhael Aivanhov – Ano Novo.

Textos

Aivanhov - ano novo

“Está terminando um ano e outro vai começar… Mas, antes de pensarem no ano que vem, parem por um momento para pensar naquele que está  acabando e dirijam-se a ele, pois um ano é um ser vivo e, por isso, vocês podem falar-lhe. No momento de o deixarem, peçam-lhe que se lembre de vocês. Como ele é vivo, não fica inativo.

Ele registrou não só os seus atos, mas também os seus desejos, os seus sentimentos e os seus pensamentos; no último dia, façam o seu relatório aos senhores dos destinos e liguem-se ao ano novo: saibam saudá-lo antes de ele ir embora definitivamente.

Quanto ao ano novo, podem começar por prepará-lo conscientemente fixando para vocês um objetivo: perder um mau hábito, desenvolver uma qualidade, realizar um projeto para o bem de todos. Com este pensamento, este desejo, é como se pusessem uma primeira pedra e então todos os espíritos benfazejos da natureza lhes trarão a sua ajuda, para que possam realizar o seu projeto. Devem ser sempre estas as suas preocupações: receber o ano novo pondo-se sob a proteção da luz.”

“Agora que se comprometeram no caminho da luz, devem prosseguir incansavelmente a sua marcha sem se questionarem sobre quando chegarão ao fim. Um após outro, os obstáculos cedem diante daquele que não se detém no caminho, pois ele pôs em movimento as poderosas leis da vida.

A vida espiritual é como a ascensão de uma montanha muito alta. Naqueles caminhos estreitos, árduos e escarpados, é inevitável que passem por momentos de fraqueza, de desânimo, e também podem ter uma queda, mas isso não é razão para pararem. Por momentos, talvez tenham mesmo a sensação de estar a morrer… mas ressuscitarão!

No desânimo mais profundo, devem agarrar-se a essa misteriosa luzinha que permanece em vocês: ela lhes dirá que “a morte” pela qual estão a passar será seguida de uma ressurreição e que ninguém melhor do que vocês pode socorrer-se, pois todas as forças da vida estão em vocês. E prosseguirão o seu caminho para o cume.”

“Tal como o seu nome indica, o passado “passou”, e ainda não tem o futuro. Só o presente lhes pertencem, ele está nas suas mãos como uma matéria, uma pasta para modelar. Tem à sua disposição um minuto, uma hora, um dia… Esse minuto, essa hora, esse dia, pertencem-lhes: procurem vivê-los com lucidez.

Quando, pelos seus esforços, tiverem desimpedido o espaço entre vocês e o mundo divino, poderão dizer que o futuro também lhes pertencem. Esse futuro é a alegria, a luz.

Não se deixem influenciar por aqueles que só preveem dificuldades e desgraças: isso acontece muito simplesmente porque eles não sabem verdadeiramente o que é o futuro e como construí-lo. As desgraças são o passado, não o futuro.

Para se apresentar, o futuro, isto é, o seu verdadeiro futuro de filhos e filhas de Deus, espera que vocês acabem de tirar lições do passado. Esse futuro está em marcha: ao estarem a criá-lo, já começam a vivê-lo.”

Fratellanza Bianca Universale del Maestro Omraam Mikhael Aivanhov
Edições Prosveta

Oração Silenciosa
Zé do Coco - O Carnaval e a Quaresma.
Pai João - A Inteligência Divina.
O. M. Aïvanhov - A Paz.
A fé é a luz que transforma.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *