Rosa – O Retorno do Amor.

Áudios, Exercícios, Grupo de Estudo Luz Divina, Textos

red-roses-1106130_960_720

 

 

“Salve meu povo! É a Rosa que está aqui. Tudo bom? Ah que saudade! Coisa boa!

… Eu vou falar uma coisa para vocês, me permitiram estar próximo, estava aqui e eu não quero que vocês, assim como esse moço, se entristeçam por esse fato¹ que ele citou do bichinho. Realmente é muito triste porém não se deve ficar. Porque não se sabe o que cada um daquele momento está sentindo agora. É uma vida que se sacrificou por tantas – aquelas que estavam lá. Foi um sacrifício para despertar algo naqueles que não estavam sentindo nada. Estavam só pensando. Não percebiam que aquele ser estava fora do seu habitat.

Isso é triste por um lado mas será despertado no seu decorrer do tempo essa consciência.

Esse moço se expressou sabendo, ou não, que essas pessoas  vão passar por um momento de profunda consciência. Umas agora, outras, em outro momento e que a natureza nos ensina tantas belezas assim como a minha rosa.

Ah! que coisa mais formosa é a rosa. Por isso que eu carrego esse nome. Eu me acho muito formosa. Mas as atitudes do ser humano, do ser, ainda falta isso tudo que nós aqui plantamos: o retorno da luz, o retorno do amor como o moço falou² e está tão formosa essa presença hoje aqui.

Ah! como as pessoas se esquecem do tão simples que é a Presença da Luz. O silêncio, o estar consigo mesmo e encontrar em si a beleza que é. O bem que se é.

Fica difícil para hoje passar isso para o outro quando isso não é feito consigo mesmo. Ali foi uma necessidade de satisfazer a si porque está faltando tanta coisa em si mesmo, que não conseguiu encontrar e quis trazer daquele serzinho aquilo que não se tem.

<<Ô Rosa mas é uma coisa, o ser humano é outra.>>

Não é, filho. Todos os valores que eles encontram naquele serzinho, eles não estão fazendo essa avaliação em si mesmo: de beleza, da natureza, das habilidades, né? Do especial!

…O quanto você se acha especial? Quantas vezes vocês se acharam especiais?

Ah! Eu me acho especial todo dia. Aprendi, né? Eu aprendi agora e tenho certeza quando me derem uma nova oportunidade de estar aqui, vou fazer. Eu vou pedir muito para quando eu voltar, eu não esquecer disso, jamais! Jamais.

É muito importante, meus filhos, encontrar a beleza em si. Parar de você se culpar, se desvalorizar. Nosso Mestre³ falou do valor. Ó esse é o valor que traz abundância. Vocês querem ter uma família feliz, quer ter uma prosperidade no seu trabalho… Se você não tem valor aonde vai acontecer isso? Aonde?

<<Mas Rosa que valor é esse?>>

O valor de você se aceitar, de você estar de bem com você; se você fez alguma coisa que não deu certo como você esperava, tudo bem. Vamos tentar de novo. Vamos avaliar o que foi que fez mas não põe você para baixo. Não se culpe, não se julgue, não se compare.

Mas meu Deus que tanto vocês se comparam! Que tanto que vocês querem aprovação dos outros. Mas quanta aprovação vocês querem, meu filho! Para com isso!

Como você vai ser especial esperando que o outro ache, que o outro fale?

<<Ah! Se ele falar que sou bonita, tá bom!>>

Ó eu sou um pouquinho cheinha, viu? Um pouquinho mas eu me acho maravilhosa. Morena e eu me amo assim. Me amo. E a flor não é para me comparar com a flor. A flor e eu somos um. A beleza dela está em mim. A beleza dela está em mim! A luz que encanta, que brilha está em mim. E aí eu tenho essa oportunidade de estar aqui, de  estar dizendo essas coisas.

Talvez não seja da melhor forma que nem esses Mestres falam bonito que só. Mas o que tenho para dizer é o que sou.

É isso. eu quis ficar assim: gordinha mesmo, é! E estou feliz demais assim. Não quero tirar nem um pouquinho, nem mais, está perfeito. Meu cabelo é crespo e eu gosto. Eu gosto, vocês que usam essas coisas… se está bem assim faz, eu prefiro o meu crespo. Não tem problema. Mas as pessoas nunca estão satisfeitas. O quanto a tua alma agradece de você ter um corpo?

Você ver aquelas pessoas com aquelas enfermidades aprisionadas num corpo, vocês sofrem com aquilo. Deveriam estar felizes porque aquela alma está feliz de ter aquilo mesmo diante de vossos olhos aquele sofrimento… para você, para você. O aprendizado é de todos. Todo mundo está aprendendo com aquilo.

Ele não fala, ele não se mexe… aquela alma está agradecida. Não olhe para isso, não olhe para o externo. Olhe no todo. A família está aprendendo e está se transformando também.

Explicar os desígnios de Deus, como me ensinam, às vezes não dá para nós ainda. Mas se você entender que além do sofrimento tem uma transformação… aí o peso que é para muitos, é a salvação.

Está ouvindo? É uma salvação. Agora, há os que tem também de se depreciar, não se valorizar, como o Mestre³ veio falar.

(…)

Quem faz tudo isso consigo mesmo, começa a sofrer, a perder o sentido da vida, do amor, nada dá certo… porque achou o especial no outro mas em mim… Àquilo é especial, aquele é especial, aquela é especial, eu? não sei.

Eu sou especial só em determinado dia que eu vou ficar formosa porque vou fazer alguma coisa. Fora (isso) outro dia, não.

Todo dia é dia de estar formosa. Todo dia é dia de ser especial. Escreve teu nome e coloca lá na frente do teu nome: eu sou especial. Guarda para você mas escreva e veja você escrevendo.

Eles estão ensinando prá gente que vocês precisam ver as coisas para entender que é você. É isso que eles estão falando. Então, eu estou falando porque eles estão falando.

Só ficar pensando, vocês já pensam demais e aí é essa misturada toda que eu estou falando, né?

Especial aquilo, o bonito é o outro, o valor quem tem é aquele…
Quando eu estou comigo é só os pensamentos que me destrói. É só o vazio que não tem nada que me faz preencher.
Aí coitadinho do bichinho¹, sofre nas mãos daquele monte de gente, todos estavam em busca de algo diferente.

Não tinha nada de diferente lá. Nada… O diferente ficou depois. Mas todos estão passando por uma profunda lição. Alguns agora, outros depois como eu expliquei.

(…)
Não é para ficar triste. Não é para julgar mas é para entender como você poderia evitar ou agradecer que já aprendeu a superar isso. Isso é mais importante.

Aí você começa a encontrar o quanto especial você é.

<<Ô! Que especial que eu sou?>>

Mas isso é para você com você mesmo. O especial, o brilho, a luz começa a trazer uma compreensão maior das coisas, de você mesmo, de você em relação ao mundo. As coisas começam a fluir, os caminhos começam a se abrir, você começa a ter uma aceitação para você e a vida te aceita também.

Olha que coisa boa. Você se aceitar como é. Para de provar para os outros o que é certo, o que não é certo. Para. Não faz mais isso com você, não. Não faz.

Veja algo que é belo e se identifica com aquilo. Você não está separado das coisas mas para quem tem os olhos para ver, né?

Mas aqui vocês estão no caminho para isso. Coisa boa. Quanta coisa a vida tem para ensinar, né meu povo? Que a gente tem que aprender. Isso é bom demais. Eu sou grata todo dia de estar aprendendo tanta coisa na minha vida, mesmo aqui.

Minha vida do lado de cá, agora estou aqui. E a vida continua e a gente vai aprendendo. E vai… e vai…

Agora eu aprendi isso da minha beleza, o especial em mim, eu não largo mais. Eu quero encantar a todos vocês quando virem uma flor, uma rosa, vocês vão lembrar de mim.

Quando lembrar de mim, lembrem da beleza que são vocês. Lembra o quê? Que sou gordinha, pretinha, de cabelo crespo mas estou feliz assim mesmo.

Está certo meu povo? Então se aceitem e se amem como é, como cada um é e quando isso se encaixar gostoso…

Tudo está conspirando para você, em tudo até aquilo que muitas vezes você nem acredita merecer:  para quem não tem um amor, um amor; para quem não tem um trabalho, um trabalho…

Tudo aquilo que você acha que não merece, no bem com você, no valor que você tem, na beleza que você é, tudo vem.

…Muito agradecida por todos os Mestres, todos os guardiões que me permitiram essa oportunidade. Eu estava com muita saudade mesmo.

Fiquem na Luz e até uma próxima oportunidade. Obrigada a todos.”

Rosa

 

Canalizada por Jeferson Roz em 18-02-16.

¹. A morte de um filhote de golfinho:
mdemulher.abril.com.br/familia/claudia/filhote-de-golfinho-morre-ao-ser-retirado-do-mar-para-selfies-com-turistas

². Jeferson no início da reunião ancorou a Chama Rosa, a Chama do Amor.

³. Mestre  Samir, está postado com o título: “Mestre Samir – A Energia da Abundância.”

O texto de transcrição do áudio foi levemente alterado para melhor compreensão. A reunião completa pode ser ouvida no blog grupodeestudolluzdivina.blogspot.com.br arquivada pela data de 19/02/16.

Transcrição e postagem Nilma Braga.

 

 

Dolores - Fé, alma e o exercício dos chakras
Zé do Coco - Tudo que se acredita tem resultado.
As práticas espirituais nos ajudam a reencontrar a luz e o amor.
O Algarismo 8.
O trabalho de limpeza para receber as entidades luminosas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *