Toda a sabedoria está dentro de nós.

Livros, Textos

Spiritual master - peito

 

Toda a sabedoria está dentro de nós e,  se praticarmos e entrarmos em contato com ela, nos tornaremos nossos melhores professores. Iremos então encontrar paz e alegria no momento presente, pois o fundamental é como vivemos nossas vidas agora, como sermos espirituais agora, independente do que nos ensinaram.

E, à medida que formos despertando, ficaremos livres da dependência de outras pessoas. Estaremos vivendo agora, e os espíritos cantarão suas canções de amor diretamente em nossos ouvidos.

É preciso estar atentos para os sinais. Raramente paramos para ouvir, e desenvolver a capacidade de escutar pode levar tempo. Precisamos ser pacientes e especialmente cuidadosos para ouvir as mensagens das “coincidências.”

Quando você praticar o silêncio, voltar-se para dentro, passar um tempo criando o espaço para escutar, então irá ouvir. Irá ver os sinais e receberá as mensagens. E, ao mesmo tempo, estará desenvolvendo a arte da paciência.

Nossos corações sabem o caminho para a felicidade e a paz interior. Práticas espirituais como a meditação e a oração existem para nos lembrar o que somos agora. Nossas cabeças insistem em esquecer, mas nossos corações vivem nos lembrando.

Quando nos esquecemos da mensagem de nossos corações e nos deixamos envolver completamente pelas armadilhas de um sistema puramente materialista, nos sentimos insatisfeitos e infelizes. Ficamos deprimidos e ansiosos. Distorcemos e esquecemos de nossa perspectiva maior, perdemos o caminho.

O remédio é simples. Lembre-se de seu coração. Lembre-se de sua dimensão divina, da sua natureza espiritual. Lembre-se da razão pela qual está aqui.
Então recuperará o foco, a tristeza e a ansiedade começarão a desaparecer e a vida será significativa de novo. Tudo o que você precisa fazer é lembrar.

Brian Weiss

Livro: A Divina Sabedoria dos Mestres.
Editora Sextante, 1999.

Pai João - O veículo.
D. Rosa - A Espiritualidade é muito simples.
O Olho Divino.
O verdadeiro sentido da vida.
O merecimento para a cura.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *