Vó Benedita – O processo de transformação.

Áudios, Grupo de Estudo Luz Divina, Textos

 

carnation-833383_640

 

 

 

 

“Salve, salve, salve! Salve, minhas filhas.
Que a Mãe na sua misericórdia Divina abençoe vocês, hoje e sempre.

(…)
Esse espaço é nosso, aqui a gente faz o Bem, aqui a gente trabalha com as forças celestes. Vocês sabem disso.

(…)
Não há uma intercessão como essa se não tem um legado de seres compromissados com aquilo.

(…)
Mas não é assim, a hora que você quer. A hora que precisa ser conforme tudo que a hierarquia já corresponde para aquele momento. É tudo certinho, exatamente certo. Não tem o término por acaso. Não. Acontece porque precisa.

(…)
É um momento delicado, é um momento difícil. Mas por outra forma de ver, é perfeito. Está tudo certo.

(…)
E pode perceber que são tantas pessoas com as idades próximas, porque é uma geração que está passando por esse processo de transformação. Assim como na minha época, na época da tua mãe, que foi mais jovem, não teve tanto tempo como essas pessoas que estão chegando no seu ciclo final, mas daquela forma podia ter sido diferente, mas cada qual plantou para está daquela forma.

E tem que ter esse momento de reflexão, tem que passar por tudo isso para entender que quando tiver uma nova oportunidade de voltar, é aqui que ele precisa entender que se tiver, como tem – uma nova forma de voltar, uma nova oportunidade – ele vai valorizar.

(…)
Tá com muito medo sim, porque foi uma coisa, minhas filhas, que nunca se preocupou em saber. Sabe que vai acontecer, sabe que vai chegar um dia, mas depois eu vejo. Como muitas coisas na vida:
<<Depois eu vejo, depois eu faço, depois eu aprendo.>>

Está bom. É um direito teu. Só que agora, você viu que demorou muito tempo para fazer – para começar a fazer – e aí parece que é tarde. O desconhecido está na tua frente, as pessoas que você deveria ter dado mais atenção e mais amor você não consegue, sente delas, mesmo com tudo que você fez.  Aí você quer ficar com elas e parece que a coisa está terminando.

(…)
Nunca é tarde porque a existência continua mas a oportunidade aqui é muito valiosa.

beautiful-827061_640

 
(…)
Só quando eu cheguei aqui que entendi muita coisa. Por isso que eu estou aproveitando essas oportunidades para quando me for concedido de novo¹, eu querer lembrar o que eu quero aqui.

Lembrar, mas só quando está aí, nesse corpo, nessa nova oportunidade de experiência que dar para se resgatar alguma coisa ou transformar. Mas para isso precisa lembrar de novo.

Não é tão simples assim porque se fosse tão simples, você não cometeria tantos erros, não fazia tantas escolhas desnecessárias. Porque isso é o poder que Deus lhe deu.²

(…)
Nesses lugares onde vocês se encontram com ele, nesses hospitais, a presença da espiritualidade é muito constante porque são muitos que naquela condição – que a maioria lá se encontra pela longa idade nessa jornada – é comum, se faz os homens daqui o que for preciso mas quando chega aquela hora que já está combinada, estudada dentro de tudo que você escolheu ou que você fez. Vai começando a chegar o momento de voltar para casa. ³

(…)
O direito de reencarnar é valoroso. É uma conquista que requer uma entrega individual.

(…)

Que a Mãe Santíssima abençoe e que esteja do vosso lado cobrindo com seu manto e abençoando cada vez mais os vossos corações nessa jornada.

Fiquem na Luz e até uma próxima oportunidade.”

Vó Benedita

Canalizada por Jeferson Roz em 09/07/15

Vó Benedita faz um atendimento pessoal a uma mulher que participa da reunião e que está com o pai muito doente internado. O mesmo nunca se preocupou com a espiritualidade nem pensava em se preparar para a hora da partida.

¹. Reencarnar.
². O poder das escolhas.
³. Desencarnar.

O texto de transcrição foi cortado respeitando o direito de privacidade das pessoas e copiei somente as partes que servem como aprendizado para todos. O mesmo foi levemente alterado para melhor compreensão.

Transcrição e postagem Nilma Braga.

 

 

 

Pai João - Ensinamentos.
Madalena - O despertar da Consciência Divina.
Boiadeiro Jonas - Vamos crucificar as sombras.
O. M. Aivanhov - Esqueçam os erros do passado.
É o momento de refletir e ouvir o vosso coração.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *